Dicas sobre empréstimo consignado

 

 

 
I CICLO DE PALESTRA DA PESSOA IDOSA TEM INÍCIO NA FUNAPE

A prevenção da violência contra a pessoa idosa foi tema de destaque na abertura do evento que celebra o Dia Internacional do Idoso, na Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (Funape), dentro do programa Vida Ativa. A programação segue até o dia 29 de novembro.

“Precisamos fazer uma rede de proteção ao idoso. Todos podemos ajudar de alguma forma. Vamos fazer o que for possível em prol desses direitos”, disse a presidente Tatiana Nóbrega, ao abrir a palestra de prevenção à violência contra a pessoa idosa. A Funape, além de gerir o regime de previdência dos servidores aposentados tem um programa de atenção à pessoa idosa, que é construído baseado nas necessidades apresentadas pelos beneficiários.

O Programa Vida Ativa oferece cursos de memorização, informática, inglês, oficinas de artesanato e faz palestras sobre questões importantes como saúde, educação financeira e temas relacionados diretamente à proteção e direitos da pessoa idosa.
 


OS CRIMES CONTRA OS IDOSOS E AS LEIS PROTETIVAS

O palestrante Maurício Gomes, servidor da Polícia Militar de Pernambuco, iniciou a sua fala chamando a atenção de todos sobre a importância das leis que dizem respeito à pessoa idosa. A Constituição Federal, por exemplo, em seu artigo 229, diz que “os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade. O artigo 230 determina que “a família, a sociedade e o Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem-estar e garantindo-lhes o direito à vida. Já a Lei nº 8.842/94 dispõe sobre a política nacional do idoso, a criação do Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências, e por fim, a Lei Federal 10.741/03, que cria o Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos.

De acordo com os estudos apresentados, o aumento da violência na sociedade, de um modo geral, atinge também o idoso. Dentre as causas estão a desestruturação familiar, mudança sociais e de valores. “Temos um modelo de sociedade individualista, em que a concorrência, a pressa e, sobretudo, a falta de paciência dos mais jovens para lidar com pessoas de mais idade, afeta o idoso que está na contramão de tudo isso”, quando
há a diminuição do vigor físico, da memória e dos sentidos, justificou Maurício Gomes. A maioria dos crimes, segundo ele, ocorre dentro de casa e são praticados por parentes, principalmente filhos, pelo interesse em administrar os bens ou controlar as finanças da vítima que, em sua maioria, é mulher. Ainda de acordo com os dados apresentados, os idosos também são vítimas de crimes de ameaça, maus tratos, danos materiais, apropriação de bens e de serviços, retenção do cartão de benefício, estelionato, entre outros.
 
Quem se sentir lesado, pode recorrer aos órgãos de defesa e proteção do idoso, através dos telefones:

Disque-denúncia – 3421-9595 (a denúncia pode ser anônima)
Secretaria nacional de D.H. - 100
Delegacia do Idoso - 3184-3769
Ministério Público - 0800 2812280
Defensoria Pública - 3216-9797
Conselho Estadual do Idoso – 3183-3286
Juizado do Idoso - 3222-1449
Centro de Apoio e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa de PE-  3303-3312

 
I CICLO DE PALESTRAS VIDA ATIVA DA PESSOA IDOSA

A Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (Funape) realiza de 15 de outubro a 29 de novembro, o primeiro Ciclo de Palestras Vida Ativa da Pessoa Idosa.  O objetivo é sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar da população idosa.

 
 
 
 PROGRAMAÇÃO:
 
PalestraViolência contra a Pessoa Idosa
Palestrante: Maurício Gomes - Policial Civil
Dia: 15/10
Hora: 9h
Local: Auditório Funape
 
PalestraPrevenção de Quedas
Palestrante: Lilian Sanguinett e Camila Lorega - Terapeutas Ocupacionais
Dia: 24/10
Hora: 9h
Local: Auditório Funape
 
PalestraLongevidade e Qualidade de Vida
Palestrante: Conceição Batista - Gerontóloga
Dia: 31/10
Hora: 9h
Local: Auditório Funape
 
TemaDemência e Depressão
Palestrante: Dra. Marília Siqueira Campos, Geriatra - Oswaldo Cruz
Dia: 05/11
Hora: 09:00h
Local: Auditório da Funape
 
PalestraO Idoso e a Cidadania
Palestrante: Yelena Monteiro Araújo – Promotora do MPPE
Dia: 11/11
Hora: 9h
Local: Espaço Vida Ativa
 
PalestraA Dança na Melhor Idade
Palestrante: Roberta Milet - Médica Anestesista
Dia: 29/11
Hora: 9h
Local: Auditório Funape

 

 

 
TOMA POSSE NOVA DIRIGENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO DA FUNAPE

A presidenta da Funape, Tatiana Nóbrega, deu posse, na quarta-feira (3), à nova dirigente do Conselho Administrativo, a servidora pública e secretária executiva de Pessoal e Relações Institucionais, da Secretaria de Administração (SAD), Ila do Val Carrazzone.

O Conselho de Administração é um órgão de gerenciamento, normatização e deliberação superior, instituído pela Lei Complementar Estadual nº 28/00, que define e estabelece as diretrizes gerais e a política de atuação da Funape.

 
PALESTRA ALERTA APOSENTADOS E PENSIONISTAS NOS CUIDADOS COM A MENTE

“Mude seu cérebro, mude sua vida”. Foi com essa afirmativa que o professor da Universidade de Pernambuco (UPE) Marco Otávio Alencar Menezes apresentou aos servidores aposentados e pensionistas maneiras de cuidar da mente com ações preventivas às doenças demenciais, como Alzheimer e escleroses, na palestra ministrada no espaço Vida Ativa, na Funape, no dia 15 de agosto.

De acordo com o professor palestrante, que também já tem aposentadoria, “a vida não pode parar. Cada um deve respeitar suas limitações, mas, ao mesmo tempo, deve tentar superá-las. É importante ser curioso e manter seu corpo ativo para não ficar sedentário. Saber que tipo de alimento lhe faz bem e qual o exercício melhora o seu condicionamento físico. Trata-se de Psicologia Positiva ou simplesmente motivação, onde podemos trabalhar o nosso cérebro otimizando-o para uma melhor qualidade de vida, principalmente na “melhor idade", orientou.

O cérebro em três fases: a primeira , tomado pelo Alzheimer. A segunda (meio), Alzhimer inicial e a última, um cérebro saudável.
O cérebro em três fases: a primeira , tomado pelo Alzheimer. A segunda (meio), Alzhimer inicial e a última, um cérebro saudável.

Na ocasião, ele também falou sobre a teoria do neurocientista e psiquiatra americano Daniel G. Amen, que atesta que “o cérebro é a sede do que somos e fazemos. Compreendê-lo significa compreender a nós mesmos e nossas possibilidades de mudanças”. Um estudioso do cérebro, Daniel Amen, criou, através da medicina nuclear, um exame que mede o fluxo de sangue em partes do cérebro e atividades metabólicas, o Single Photon Emission Computer Tumorgraphy (SPECT), uma espécie de foto do cérebro, através de contraste, que detecta doenças.” Muitos problemas que parecem psicológicos são na realidade problemas cerebrais”, alertou. Segundo Marco Otávio, o SPECT já é realizado no Recife, através do Hospital Português.

 
FUNAPE LEVA BALCÃO PREVIDENCIÁRIO AO SINDSAÚDE

Dentro da ação estratégica de disseminar a cultura previdenciária, a Funape realizou mais uma palestra com o objetivo de orientar os servidores do Estado sobre as regras de aposentadorias e demais benefícios que estarão inseridos na vida pós-laboral. O evento que aconteceu no dia 15 de agosto, no Centro dos Professores de Pernambuco, por solicitação do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Seguridade Social (SindSaúde) visa esclarecer os servidores sobre as diferenças entre seguridade social e previdência.

O assunto tem chamado a atenção dos que comparecem às apresentações e se mostram bastante atentos às explicações sobre as regras que disciplinam o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), a exemplo das aposentadorias voluntária, especial, por invalidez e a compulsória, assim como as regras de transição que definem os requisitos para aposentadoria como tempo de contribuição, idade mínima, tempo no cargo e de carreira. O abono de permanência também está entre os assuntos mais discutidos.

A iniciativa é uma parceria da Funape com todos os órgãos do Estado, que através de palestras, debates e do Balcão Previdenciário (módulo de simulação on line das regras de concessão de benefício), orienta o servidor permitindo que ele possa fazer um planejamento individual de sua aposentadoria, e, no caso de decidir permanecer trabalhando um tempo maior, avaliar alternativas que sejam propícias para sua vida.

Na ocasião, a técnica em previdência, Josy Araújo lembrou que esse serviço está disponível no órgão de origem de cada servidor e no Centro de Formação dos Servidores de Pernambuco (Cefospe). Participaram do encontro, servidores da Saúde da capital do Estado e dos municípios de Goiana, Salgueiro (distrito de Verdejante), Serra Talhada e Ouricuri.

 
FUNAPE RECEBE VISITA TÉCNICA E APRESENTA MODELO DE GESTÃO

Um grupo de oito integrantes de órgãos públicos do estado de Sergipe (Tribunal de Contas do Estado –TCE, Secretaria da Fazenda e Instituto de Previdência dos Servidores de Sergipe) fez, na quinta-feira (7), uma visita técnica à Funape para conhecer como funciona o modelo de gestão do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores de Pernambuco (RPPS). O Sistema Integrado de Gestão Previdenciária (SIGP), que foi criado em 2007, pela equipe de TI da Funape, é considerado referência nacional.

O diretor de Arrecadação e Investimentos da Funape e presidente em exercício, Fábio Sobral recepcionou os visitantes e uma equipe de técnicas em previdência fez a apresentação do funcionamento dos módulos do SIGP. Assuntos relativos à tramitação de processos; despachos eletrônicos; concessão e simulação de aposentadoria e de abono de permanência foram explicados pela técnica e chefe da Unidade de Concessão, Josy Araújo. Já o módulo que opera a arrecadação previdenciária foi apresentado pela técnica Vânia Lima. Entre os temas abordados, a atualização e restituição de débitos previdenciários; a análise de folha e o controle do repasse financeiro, e a emissão do Certificado de Tempo de Contribuição (CTC).

“A estratégia adotada pela Funape é uma referência e estamos satisfeitos. Deu para ter uma visão ampla do sistema. Nossa visita teve como finalidade buscar subsídios sobre a convergência contábil, em particular, no que afeta o RPPS”, justificou o representante do TCE/SE, Jorge Linhares. Para o diretor Administrativo e Financeiro do Instituto Sergipe Previdência, Wilson dos Santos, o sistema (SIGP) é prático e nos surpreendeu. Estamos levando as melhores impressões. Temos ainda o sistema e-fisco (que automatiza os processos da Secretaria da Fazenda) que foi cedido ao estado de Sergipe. Essa é mais uma gratidão ao Estado de Pernambuco”, explicou o diretor.

Também integrou o grupo de visitantes à Funape, Cláudia Silva, Marcos Souza Ferreira, Josué Alves Custódio, Jailson dos Santos Filho, Deildes dos Santos (todos da SEFAZ/SE), e Olívio Tibúrcio, do Instituto Sergipe Previdência.

Nossa Missão


Serviços