Dicas sobre empréstimo consignado

 

 

 

 

 

 
SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO VISITA AS INSTALAÇÕES DO HSE

O secretário de Administração, José Francisco Neto, visitou na terça-feira (12), o Hospital dos Servidores do Estado de Pernambuco (HSE), localizado no bairro do Espinheiro, no Recife. Ele foi acompanhado do presidente do Instituto de Recursos Humanos (IRH), Ruy Bezerra, e da secretária Executiva de Pessoal e Relações Institucionais, Marília Lins. Na ocasião, os gestores foram recebidos pelo diretor do hospital, Cláudio Duarte. O HSE é coordenado pelo IRH que por sua vez é vinculado à SAD.

O titular da pasta da Administração circulou pelas dependências da unidade de saúde, onde conversou com funcionários, pacientes e acompanhantes. Ele percorreu vários setores, desde a recepção, passando pela triagem, setor de clínica médica, consultórios, leitos, salas de cirurgia e de quimioterapia, além das UTIs e da farmácia central.

José Neto elogiou a melhoria das instalações físicas e o atendimento prestado pela equipe médica junto aos pacientes. “Vamos trabalhar para melhorar ainda mais os serviços prestados pelo HSE, que é o ‘coração’ do IRH. Acredito que estamos no caminho certo para alcançarmos uma maior qualificação em assistência à saúde”, atestou o secretário.

Já o presidente do IRH, Ruy Bezerra, disse que “além de manter o padrão de qualidade no atendimento, o Instituto de Recursos Humanos está focado no objetivo de concluir o processo de Acreditação Hospitalar (certificação de qualidade com selo ONA voltado para instituições de saúde)”.

Em meio à visita ao HSE, o aposentado Luciano Góes, de 70 anos, um dos pacientes abordou o diretor do hospital, Cláudio Duarte, para tecer elogios ao atendimento prestado pelo hospital. “Estou fazendo há cerca de quatro meses quimioterapia. Eu fumava desde os 13 anos de idade e no final do ano passado, após uma consulta, fui diagnosticado com câncer no pulmão. Graças a Deus a doença está sob controle, após iniciar o tratamento. Quero deixar registrado que a equipe deste hospital é excelente. Os médicos e enfermeiros humanizam o trabalho, isso é maravilhoso”, apontou Luciano.

Outra paciente, a gestora escolar Maria Araújo, de 56 anos, compartilha da mesma opinião de Luciano. “Faço tratamento de quimioterapia para tratar um linfoma (tipo de câncer) aqui no HSE. Não tenho do que me queixar. Espero que o padrão de atendimento deste hospital continue assim”, elogiou a paciente.

ATENDIMENTOS

No ano passado, a equipe do HSE realizou aproximadamente 127mil consultas ambulatoriais, mais de 64 mil atendimentos de urgência e emergência; aproximadamente 5,6 mil cirurgias e mais 5,9 mil internamentos. A unidade hospitalar conta com aproximadamente 1,9 mil profissionais, incluindo médicos efetivos, médicos cooperativistas, enfermeiros e auxiliares de enfermagem, além de funcionários do setor administrativo.

 
FEMINICÍDIO É TEMA DE DEBATE NA FUNAPE

Na quarta-feira (11), a Funape em parceria com o Instituto de Recursos Humanos (IRH) promoveu o evento "Diga Não À Violência Contra Mulher", dentro da programação da semana que marcou o Dia Internacional da Mulher.

A palestrante e policial, representante do Departamento de Polícia da Mulher (DPMU), Denise Lócio, apontou a violência física, psicológica, sexual e o feminicídio como as práticas mais frequentes de violência contra a mulher. "A tentativa é sempre transformar a vítima em culpada. Precisamos entender que a culpa é sempre do agressor. Esse é o retrato da cultura machista", afirmou Lócio.


 

Lócio - "A Lei Maria da Penha existe para proteger a mulher.
Homens devem lutar junto às mulheres, para dar um basta à violência"



O evento ainda contou com a palestra Política de Enfrentamento à Violência de Gênero Contra a Mulher em Pernambuco, ministrada pela representante da Secretaria da Mulher, Michele Couto. De acordo com ela, o apoio às vítimas, as denúncias de casos de agressão, através da Central de Atendimento à Mulher, e a Lei Maria da Penha são formas importantes de combate à violência.

Para a gerente de Gestão de Pessoas do IRH, Viviane Marques, "é muito importante que existam debates como esses, em razão do número de mortes no País. Já a servidora da Funape, Catarina Albuquerque, entende que é fundamental tratar temas sobre a mulher para ter uma visão mais ampla do problema. " A gente acaba sempre sabendo, através da mídia, de forma parcial, casos mais conhecidos de violência, mas eventos assim nos trazem mais consciência".

 

À esquerda, a servidora Catarina Albuquerque. À direita, o grupo musical formado por servidores da Funape e do IRH


 

 
FUNAPE RECEBE GESTORES DO CARUARUPREV

A presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Caruaru (Caruaruprev), Ana Maraíza Silva e uma equipe de gestores fez uma visita técnica à Funape, durante a manhã da terça-feira (12), para conhecer o modelo de governança da Funape.

Os visitantes foram recebidos pela presidente Tatiana Nóbrega, o diretor de Previdência Social, Maurício Benedito e o assessor de Planejamento, Mauro Bernardo. Dentre outros assuntos tratados, na ocasião, a compensação previdenciária, concessão de benefícios, o modelo de governança e suas melhores práticas, além do Programa de Certificação Institucional e Modernização da Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social (Pró-Gestão/RPPS) foram temas destacados entre os participantes.

 
APOSENTADOS E PENSIONISTAS CAEM NO PASSO COM MUITA ALEGRIA

O frevo e o maracatu tomaram conta do Espaço Vida Ativa, na manhã da quinta-feira (28),  fazendo a festa dos integrantes do Programa Vida Ativa e beneficiários do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) dos servidores do Estado. Com fantasias multicoloridas e criativas, os aposentados e pensionistas se esbaldaram dançando os ritmos da cultura pernambucana na prévia carnavalesca realizada pelo programa.

A festa, que teve início na aula de dança, coordenada pelo professor André Felipe, seguiu durante toda a manhã, contaminando de alegria todos os participantes. Ninguém ficou parado. As professoras aposentadas Márcia Siqueira e Alvani Pedrosa, que juntas fazem os cursos de língua (espanhol e inglês), estavam bem animadas e aproveitaram ao máximo a brincadeira. Já o aposentado da Secretaria da Saúde Carlos Bittencourt, fantasiado de índio, chamou atenção pela sua empolgação. Ele falou da felicidade de estar participando de um programa tão significativo: “ o Programa Vida Ativa não deixa você ocioso e triste, vale muito à pena participar".

 

Frevo no pé e alegria na alma para ninguém ficar parado


 

Marcos Siqueira e Alana Pedrosa, veteranas no Programa Vida Ativa aproveitaram bastante a festa



Além da música e da variedade de fantasias, o espaço estava decorado com adereços típicos da Festa de Momo e, para repor a energia dos foliões, uma mesa carregada de sabores. O encontro contou com a participação animada da presidente da Funape, Tatiana Nóbrega e da coordenadora do programa, Andrea Aragão.

"É muito bom celebrar com eles, essa que é uma festa tão significativa para a cultura pernambucana. O Programa desenvolve modalidades diferentes de cursos durante todo o ano e as festas do nosso calendário, fazemos questão de exaltá-las", disse a presidente.

 

Andrea Aragão e Tatiana Nóbrega fizeram a festa com os beneficiários do Programa Vida Ativa

 

O estreante Carlos Bittencourt, super animado no seu primeiro carnaval Vida Ativa

 

Lanche para repor as energias, que "ninguém é de ferro"

 
FUNAPE FAZ PALESTRA SOBRE DOENÇA DE DEPENDÊNCIA QUÍMICA.

Na manhã da quarta-feira (27), os estagiários de ensino médio e superior associados à Funape,ao Instituto de Recursos Humanos (IRH) e a Secretaria de Administração do Estado (SAD), assistiram à palestra: "A Doença da Dependência - Adicção".

O tema trata sobre os riscos da adicção, a dependência física ou psicológica de substâncias psicoativas, que o psicólogo, com atuação na área de dependência química, Diogo Saint-Clair, detalhou as causas e efeitos que o uso de substância lícitas e ilícitas podem provocar na vida de pessoas jovens e de todas as idades. O objetivo, no entanto, "é educar estudantes sobre as relações disfuncionais do uso de substâncias psicoativas e suas consequências". A palestra teve como intuito promover um diálogo entre os estudantes tratando de situações cotidianas dos jovens. “Quis propor um debate que gerasse uma reflexão do público para questões que fazem parte das vidas deles”, ressaltou o psicólogo.

 


Palestrante destacou consequências como relações familiares e psicológicas afetadas

O assunto provocou curiosidades e dúvidas entre os estagiários, que ao longo do evento tiveram a oportunidade de esclarecer questões associadas ao tema. "Eu me identifiquei com muito do que foi falado, pois conheço casos de pessoas que são usuárias de drogas e sofrem com isso. Acredito que tratar desse assunto, principalmente com nós que somos jovens, é fundamental para prevenir", disse a estagiária da Funape Jéssica Luana.

O estagiário do IRH, Luis Carlos Castro, também elogiou a iniciativa, "Eu achei muito interessante, principalmente porque o público aqui é muito jovem. Nós vivemos em uma sociedade em crise financeira e até mesmo de identidade. Questões no âmbito familiar, escolar ou no trabalho costumam causar frustrações, o que muitas vezes leva à adicção”, comentou.

Segundo a servidora e coordenadora de Gestão de Pessoas da Funape, Vilma Santos, "com o carnaval chegando, pensamos em tratar sobre o assunto e a ideia era trazer uma pessoa com uma linguagem didática para conscientizar esse público jovem". A expectativa é de que com a aproximação de datas importantes, novas temáticas possam ser apresentadas aos estagiários. "O próximo passo será o Dia Internacional da Mulher, uma data importante para abordar temas como o machismo e feminicídio, por exemplo. A ideia é que possamos conscientizar esses jovens acerca de assuntos importantes para a sociedade”, adiantou Vilma.

FOTO 10.57.43:
 


Estagiários de diferentes segmentos da Funape, IRH e Secretária de Administração se confraternizaram
ao final da palestra.

 
PRESIDENTE DA FUNAPE FAZ VISITA TÉCNICA À FUNPRESP-EXE

Com o objetivo de conhecer mais de perto o modelo de gestão da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe), a presidente da Funape, Tatiana Nóbrega, acompanhada do diretor de Previdência Social, Maurício Benedito, fez visita técnica à A Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo –( Funpresp-Exe), na terça-feira (19).

Os dirigentes pernambucanos foram recebidos pelo presidente da Fundação, Ricardo Pena e conheceram o modelo de governança, gestão e controle da entidade. O Estado de Pernambuco instituiu o novo modelo de financiamento de previdência dos servidores pelas Leis Complementares 257 e 258/2013, mas ainda não foi implementado. Segundo Nóbrega, "para a efetivação do novo modelo é necessário conhecer a experiência dos entes que já instituíram suas unidades gestoras de previdência complementar com suas melhores práticas"

A previdência complementar é um benefício opcional, que proporciona ao servidor um seguro previdenciário adicional, conforme sua necessidade e vontade.

INFORMATIVOS
Serviços