Dicas sobre empréstimo consignado

 

 

 

 

 

 
FUNAPE FAZ PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

Com o objetivo de aprimorar a qualidade do ambiente de trabalho, meta do planejamento estratégico da Funape, a Coordenadoria de Gestão de Pessoas, responsável pelo trabalho, entregou, na segunda-feira (7), o resultado da pesquisa de clima organizacional realizada com os servidores, em abril.

O questionário apontou anseios e demandas dos servidores que serão transformadas em planos operativos como forma de potencializar a política de gestão de pessoas. Entre as metas estabelecidas estão: desenvolver atividades ao bem estar do servidor; aprimorar a política de capacitação; aprimorar o programa de integração para os novos servidores; modernizar o parque tecnológico da Funape; criar e implementar sistemática de compartilhamento de informações entre as áreas e ampliar e aperfeiçoar o atendimento previdenciário.
 


Tatiana Nóbrega explicou as metas que serão trabalhadas ainda em 2015

A presidente Tatiana Nóbrega, que fez a apresentação dos dados da pesquisa disse que, “a  partir desse resultado, a Funape vai elaborar as metas voltadas ao bem estar do servidor e à melhoria das condições de trabalho na instituição, que estarão no planejamento estratégico 2016 - 2019, trabalhado de acordo com o modelo integrado de gestão do Governo do Estado.

 
EMPOSSADO NOVO PRESIDENTE DO CONSELHO FISCAL

Na manhã da quarta-feira (8), a presidente da Funape, Tatiana Nóbrega, assinou o termo de posse do mais novo dirigente do Conselho Fiscal desta Fundação: Severino Dias, auditor da Secretaria da Fazenda do Estado.

"Falar de previdência é falar do futuro e nós trabalhamos aqui cuidando do nosso futuro para que, daqui a 10, 20 anos, os nossos servidores tenham um regime sustentável", declarou Tatiana Nóbrega aos membros do Conselho. Ela se referiu ao novo modelo previdenciário dos servidores que ingressarem por concurso a partir da vigência da LC nº 257/13, que vai trazer sustentabilidade ao Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), por instituir a segregação de massas com um regime de capitalização. O atual modelo acumula um déficit crescente, por ser um regime de repartição simples, que depende de um número de servidores ativos hoje insuficiente para manter os futuros aposentados.
“Desejo um bom trabalho para este mandato e que vocês possam continuar as suas atividades com êxito e eficiência", disse em sua saudação.
 


Após ser empossado, Severino Dias fala sobre os desafios como novo presidente do Conselho Fiscal


“Eu agradeço a confiança e sinto-me em casa", disse o novo presidente do Conselho. "Nós temos um desafio e representamos uma comunidade de servidores que acreditam na sua previdência e que no futuro essa previdência vai honrar os seus compromissos. O Estado tem se preocupado com a gestão previdenciária e criou o novo modelo, que, acreditamos, vai garantir os benefícios dos seus segurados. Vamos trabalhar com esse objetivo”, afirmou Severino Dias.

O Conselho Fiscal é o órgão superior de fiscalização e controle interno da Funape e tem em sua estrutura cinco membros titulares: o presidente, Severino Dias, Paulo Galdino da Silva (Sefaz), Araken Ypiranga Júnior (TCE), Armando Barrozo Lopes e Hélvio Rodrigues de Lima (CUT), além de quatro suplentes, todos com formação superior de reconhecida capacidade e experiência comprovada, preferencialmente, nas áreas de seguridade, administração, economia, finanças, contabilidade ou direito.

 
POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS PARTICIPAM DE OFICINA NA FUNAPE

A II Oficina de Formalização de Processos voltada para os Policiais Militares e Corpo de Bombeiros, realizada nos dias 16 e 18 de junho, no Centro de Treinamento Previdenciário da Funape (CTP), encerra as atividades em parceria com os órgãos do Governo do Estado, meta do planejamento estratégico, iniciadas em março de 2014.

A capacitação dirigida aos servidores das áreas de Gestão de Pessoas visa agilizar a tramitação dos processos de aposentadorias, desde sua origem no órgão ou entidade ao qual o servidor está vinculado, com a correta instrução e critérios necessários à sua formalização.

“Foi muito proveitoso, porque a gente discutiu os procedimentos para facilitar a ida do policial para a reserva, quando ele completa seu tempo de serviço. A ideia é distribuir as tarefas para as Unidades de Gestão de Pessoas dos Batalhões, para diminuir o tempo de andamento de um processo e assim dar celeridade à aposentadoria”, disse o Major do 11º Batalhão da PM, Flávio Márcio da Silva. Afirmação que é comungada pelo Capitão Freitas da Diretoria de Gestão de Pessoas(DGP) do Quartel da Polícia Militar: “o interesse da Funape em resolver essas pendências existentes nas instruções dos processos que dificultam a concessão de aposentadorias, fez com que fosse realizada a II Oficina fazendo a integração das UGPs dos Batalhões com a DGP, setor responsável pelo encaminhamento dos processos à Funape. Agora, as unidades vão poder orientar melhor os policiais que solicitarem a aposentadoria e instruí-los sobre os documentos corretos e isso dará mais agilidade à concessão do benefício”, explicou o Capitão.

A instrutora da Oficina e técnica em Previdência, Josy Araújo explicou que todos os documentos anexos ao processo devem ter cópia legível com autenticação em cartório ou a comprovação dos originais, contendo nome, matrícula e rubrica. A exceção fica por conta da Certidão de Tempo de Contribuição (CTC), expedida pelo INSS ou outros Regimes Próprios Previdência Social (RPPS), caso tenha averbado tempo de contribuição, que deve ser obrigatoriamente original.


Os policiais recebem orientações da técnica Josy Araújo

 
CONSELHO FISCAL DA FUNAPE RECEBE NOVOS MEMBROS

A presidente da Funape, Tatiana Nóbrega, deu posse, na manhã da segunda-feira (15), a quatro novos servidores que farão parte do Conselho Fiscal, órgão superior fiscalizador e de controle interno da Fundação. Em sua saudação aos novos integrantes, Nóbrega anunciou a realização de três cursos de capacitação para os conselheiros, nas áreas de Economia, Atuária e Investimentos, todos voltados à realidade dos Regimes Próprios de Previdência Social.

Na ocasião, foram empossados os conselheiros Paulo Galdino da Silva (Sefaz), Araken Ypiranga Júnior (TCE), Armando Barrozo Lopes e Hélvio Rodrigues de Lima (CUT). Os ex-integrantes do Conselho (Saulo Batista Ventura -Sefaz, Marconi Oliveira Nascimento -TCE, José Martins da Silva e Haroldo de Souza Figueiredo Filho - ambos da CUT) foram agraciados com placas comemorativas em reconhecimento aos trabalhos prestados.
 


O conselheiro José Martins foi um dos agraciados com a placa comemorativa


O presidente do Conselho Fiscal e atual secretário da Controladoria Geral do Estado (CGE), Rodrigo Amaro, ressaltou o empenho dos conselheiros durante a permanência no órgão e falou da importância da renovação dos mandatos para que possa manter o Conselho Fiscal vivo sob a regularidade das gestões.

 
SERVIDORES RECEBEM ORIENTAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS

Dando continuidade às ações do programa Previdência em Ação- Balcão Previdenciário - e com o compromisso de disseminar a cultura previdenciária, um dos objetivos estratégicos da Funape, mais dois órgãos públicos foram visitados pelos técnicos funapeanos para orientação e simulação da concessão dos benefícios de aposentadoria e pensão dos servidores: a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e a Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe).

“É um assunto que chama muito a atenção dos servidores, porque são informações sobre o futuro de todos que trabalham no serviço público. Todas as orientações referentes aos benefícios de pensão e aposentadoria são feitas pelo programa Previdência em Ação no próprio local de trabalho”, explica Josy Araújo, instrutora e técnica em previdência.

Os servidores comparecem às apresentações e  mostram-se bastantes atentos às explicações sobre as regras que disciplinam o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), a exemplo das aposentadorias voluntária, especial, por invalidez e  compulsória; regras de transição e abono de permanência.
 


Servidores fazem simulação de aposentadorias no Balcão Previdenciário


No próximo dia 29, será a vez da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Segundo Josy Araújo, até o final de 2015, todos os órgãos da Administração Direta e Indireta receberão a visita dos técnicos da Funape.

 
FUNAPE NO FÓRUM NORTE/NORDESTE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

Nos dias nove e dez de junho, ocorreu, na cidade de Aracaju, no Palácio dos Despachos do Governo de Sergipe, a primeira edição do Fórum Norte/Nordeste de Previdência Pública e Complementar para o Servidor Público, que reuniu dirigentes de Regimes Próprios de Previdência Social -RPPS de nove estados, dentre os quais o de Pernambuco, representado pela Presidente da Funape, Tatiana Nóbrega, e pelo Diretor de Previdência Social, Maurício Benedito.

O encontro teve por objetivo principal discutir a criação de um fundo multipatrocinado de previdência complementar, denominado PrevFederação,  a ser instituído pela União e gerido pela Caixa Econômica Federal, com objetivo de possibilitar aos RPPS de pequena escala a instituição de previdência complementar para os seus servidores.

O secretário de Políticas Previdenciárias do MPS, Jaime Mariz, presente no evento, informou que a previdência complementar já foi instituída pela União e pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo e Minas Gerais. Segundo ele, o fórum é importante para que os estados das regiões Norte e Nordeste discutam e viabilizem a criação das suas previdências complementares, cumprindo o disposto no artigo 40 da Constituição Federal. Dessa forma, estarão buscando o equilíbrio financeiro e atuarial, para que as novas gerações possam desfrutar de uma previdência sustentável.

No último dia das discussões, foi elaborada uma carta para a presidente da República, através da qual os dirigentes presentes solicitaram o empenho da governante para que haja a instituição do PrevFederação  pela Caixa Econômica Federal.

Informe de Rendimentos

Serviços